Tocha olímpica é tranportada em canoa havaiana no Lago Paranoá, em Brasíla, nesta terça (3) (Foto: André Borges/Agência Brasília)
O percurso do símbolo olímpico tem 105 quilômetros e inclui áreas de cinco regiões administrativas. Brasília é a primeira cidade do país a receber a chama, que percorrerá os 26 estados até o início da competição (veja detalhes abaixo). O avião, que partiu da Suíça, pousou no Aeroporto JK às 7h25.
O ponto de partida do trajeto foi o Palácio do Planalto. A tocha passou ainda pelo Congresso Nacional, Lago Paranoá, Estádio Nacional Mané Garrincha, Complexo Aquático Cláudio Coutinho e SIA.
Em Taguatinga, foi necessário bloquear os estacionamentos das avenidas Central, Comercial Sul, Samdu Sul e Vila Dimas. O acesso aos estacionamentos das quadras 107, 108, 307 e 308 Sul também foi impedido, por ser o ponto por onde a chama olímpica volta ao Plano Piloto. 
O mesmo aconteceu com os estacionamentos entre o Touring e a Praça Norte do Conjunto Nacional, e as vagas que ficam em frente ao Memorial JK e ao Memorial dos Povos Indígenas, no Eixo Monumental. Os bolsões de estacionamento da Praça das Fontes, no Parque da Cidade, também ficam indisponíveis durante o evento.

O incidente aconteceu no momento em que o motorista tentou parar para embarcar passageiro que deu sinal em ponto de ônibus. A pista estava molhada por causa da chuva. O motorista de um Fiat Pálio também não conseguiu frear a tempo e bateu no coletivo


O motorista de um Fiat Pálio não conseguiu frear a tempo e bateu no ônibus
Um ônibus rodou na pista e ficou atravessado bloqueando parte do trânsito nos dois sentidos na Ponte do Bragueto. O incidente aconteceu por volta das 12h desta quarta-feira (27/4) e bloqueou uma faixa em cada direção. Equipes do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) controlaram o tráfego.

De acordo com o DER-DF, no momento do incidente o congestionamento chegava ao Eixo Norte. Agentes do órgão informaram que o motorista perdeu o controle quando tentou parar para embarcar um passageiro que tinha dado sinal no ponto de ônibus, mas derrapou na pista. O motorista de um Fiat Pálio também não conseguiu frear a tempo e bateu no coletivo.
O ônibus estava com pneus carecas. O trânsito acabou desviado para a DF-009, sentido Lago Norte. Os veículos que seguiam sentido Granja do Torto, Sobradinho e Planaltina tiveram que acessar pelo Lago Norte. No momento do incidente a pista estava molhada por causa da chuva.

A imunização terá início nesta quarta-feira (27/4). Quatro pessoas morreram no DF contaminados pela influenza A

O Governo do Distrito Federal antecipou a data de vacinação contra a influenza A (H1N1) na rede pública. Para idosos e doentes crônicos, a imunização terá início nesta quarta-feira (27/4). Anteriormente, a ação estava marcada para sábado (30/4). No caso de povos indígenas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, fica mantida a data inicial da campanha.

A temperatura máxima deve ser de 30°C, com umidade entre 90% e 30%


Conforme previam os meteorologistas, alguns brasilienses presenciaram, nessa segunda-feira (25/4), o registro de chuva leve em áreas isoladas da capital federal. A tendência de precipitações aumenta nesta terça-feira (26/4), já que a massa de ar seco que castigou a população ao longo de todo o mês perde força e dá espaço à nebulosidade. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a partir de hoje há previsão de chuva em áreas isoladas.
Mais um aplicativo importante para vocês: o CEB Mobile! Com ele o usuário pode solicitar código de barras ou segunda via da conta, comunicar falta de energia e solicitar religação (normal ou de urgência). E já estamos desenvolvendo outras funcionalidades para ficar ainda melhor! Tudo isso para facilitar a vida de todos.
O app é gratuito e está disponível para Android, iOS e Windows Phone. É só digitar "CEB Distribuição" nas lojas virtuais. Depois contem aqui pra gente o que acharam do serviço. A opinião de vocês é muito importante!
© Fornecido por Dinheirama Educacional S.A. 7 perguntas para o seu gerente de banco
Você está preparado para ter uma conversa produtiva com o seu gerente de banco?
Já escrevemos por aqui em textos anteriores sobre o conflito de interesses que existe na mente do seu gerente bancário. Recordando brevemente, por um lado ele quer te ajudar, recomendando investimentos rentáveis, por outro, ele tem metas para vender certos produtos financeiros que nem sempre serão bons para você.
Dessa forma, para escapar de possíveis ciladas, você precisa ter condições de conduzir uma conversa que consiga defender seus interesses e alcançar seus objetivos com o banco, que é a contratação de produtos de investimentos que sejam realmente rentáveis para você.
Assim, sugerimos 7 perguntas que você precisa fazer para seu gerente. Não apenas fazer, mas compreender as respostas que serão dadas, e poder discutir as opções, bem como avaliar seus benefícios e desvantagens.
7 perguntas que você precisa fazer para seu gerente (e compreender as respostas)
1) Quais são as opções de investimentos para o meu perfil? Gostaria de entender as comparações.
2) Quanto custa a aplicação? Você pode listar todas as taxas que me serão cobradas caso eu faça a aplicação?
3) Como funciona o pagamento de impostos? Quais são os impostos e qual a vantagem desse produto em relação a outras aplicações, no que diz respeito aos impostos?
4) A partir de quanto tempo poderei resgatar o dinheiro nas melhores condições possíveis? (Ou seja, com a menor incidência de imposto de renda, menores custos e sem comprometer o retorno/rendimento?)
5) O que acontece se eu resgatar antes do prazo? Há alguma multa? Qual a pior condição possível para o resgate antecipado?
6) Eu corro o risco de resgatar menos do que apliquei? Poderei ter um retorno menor do que a inflação?
7) Qual o valor mínimo da aplicação? Qual o valor mínimo para futuras aplicações no mesmo produto?
Talvez você tenha algumas dúvidas com as respostas que irá receber, e não se sinta ainda seguro para ter essa conversa com seu gerente, e é por isso que preparamos um relatório gratuito que explora em mais detalhes estas perguntas, além de te explicar como funcionam os 6 produtos que os bancos mais oferecem aos seus clientes (2 deles são ruins).
Então, para compreender mais sobre tudo isso, te convido a clicar aqui e seguir as instruções para acessar seu relatório gratuito. Depois da leitura você estará preparado para ter uma conversa produtiva (para o seu bolso) com o seu gerente.
Saiba que construir riqueza é algo que depende apenas de você. Então, mãos à obra! Abraços e até a próxima!
Nota: Esta coluna é mantida pelo Criando Riqueza, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.
Foto “business”, Shutterstock.
Este artigo foi escrito por Criando Riqueza.
O Criando Riqueza é um canal para a circulação de informações de finanças pessoais, com o objetivo maior de aconselhar os leitores sobre a melhor forma de construir riqueza, viver bem e investir.
Este artigo apareceu originalmente no site Dinheirama.



"Esta mudança é ilegal e não trará benefícios para o usuário. De acordo com Maria Inês, coordenadora institucional da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, "Nós entendemos que a Anatel não pode se omitir e aceitar essa mudança, porque o consumidor é quem vai sair perdendo. Uma mudança como essa precisa passar por uma ampla discussão antes de ser aprovada. Isso é um retrocesso."

De acordo com a coordenadora, o Marco Civil da Internet deixa claro que uma companhia de telecomunicações só pode impedir o acesso de um cliente à internet se este deixar de pagar a conta. Para ela, as operadoras estão aproveitando uma brecha na legislação - que proíbe explicitamente o modo de cobrança por franquia - para "obrigar" o consumidor a pagar mais caro por um plano com um limite maior, mesmo que a qualidade da conexão ainda deixe a desejar em termos de estabilidade e velocidade.

A ideia das operadoras visa forçar os seus clientes a trocarem para um plano com internet mais rápida no intuito de terem uma maior franquia mensal.