Um supercomputador japonês fez a simulação mais precisa da atividade cerebral humana já realizada. A máquina precisou de 40 minutos para calcular o equivalente a 1 minuto do que acontece no cérebro humano.
Os pesquisadores utilizaram o K, considerado o quarto computador mais potente do planeta, para simular a atividade do cérebro humano.
O computador tem 705 024 processadores e 1,4 milhão de GB de memória RAM, mas ainda precisou de 40 minutos para processar as informações de um segundo da atividade cerebral.
O projeto, realizado pelo grupo de pesquisa japonês RIKEN, a Universidade de Ciência e Tecnologia de Okinawa e o Forschungszentrum Jülich, um centro de pesquisa interdisciplinar alemão, foi a maior simulação da rede neural já realizada.
Ele usou a ferramenta de código aberto Neural Simulation Technology (NEST) para reproduzir uma rede equivalente a 1,73 bilhões de neurônios unidos por 10,4 trilhões de sinapses.
Apesar de gigantesca no tamanho, a reprodução representa apenas 1% da rede neural no cérebro humano. O objetivo do projeto, mais do que realizar novas descobertas sobre o órgão, era testar os limites da tecnologia de simulação e as capacidades do computador K.
Os pesquisadores foram capazes de obter informações que irão ajudar na construção de um novo software de simulação. A pesquisa também irá oferecer a neurocientistas uma prévia do que poderá ser conseguido no futuro com a próxima geração de computadores, que irá usar os chamados processos de exoescala.
Os computadores de exoescala conseguem realizar um quintilhão de operações de pontos flutuantes por segundo, capacidade considerada equivalente a do cérebro humano. Espera-se que, com essas máquinas, a ciência consiga realizar uma simulação em tempo real da atividade cerebral.
A Intel afirma que planeja lançar até 2018 um computador que consiga realizar processos de exoescala.
"Se computadores de petoescala como o K são capazes de reproduzir 1% da rede de um cérebro humano, acreditamos que será possível reproduzir todo o cérebro, com seus todos os seus neurônios e sinapses, com computadores de exoescala", afirmou Markus Diesmann, um dos cientistas do projeto.
Roberto Marcheley



video
NOSSO MINI CAMPEÃO NA ESTATURA E GRANDE NA BATALHA ESTÁ SE PREPARANDO PARA MAIS UMA NOVA JORNADA NOS ESTADOS UNIDOS.
PRAIA GRANDE - Quatro pessoas morreram no início da tarde desta segunda-feira, 29, ao serem atingidas por um raio, entre elas uma grávida de cinco meses. A descarga elétrica caiu sobre um quiosque localizado na beira da praia no Canto do Forte, em Praia Grande, no litoral de São Paulo.
As vítimas foram socorridas imediatamente pelo Corpo de Bombeiros e levadas ao Hospital Irmã Dulce, que constatou os óbitos. Outras quatro pessoas ficaram feridas e uma estava em estado grave às 18h. Três tiveram ferimentos no rosto e estão fora de perigo, segundo a Prefeitura de Praia Grande.
O temporal que caiu no período da tarde na região provocou uma série de estragos. Parte do teto de um shopping localizado no bairro do Gonzaga, em Santos, caiu, assustando seus frequentadores, mas sem deixar vítimas.
A temperatura, em torno de 36°C, no decorrer da manhã, de acordo com a Climatempo, lotou as praias da Baixada Santista. Por volta das 13 horas, quando o tempo começou a mudar, muita gente deixou as areias, procurando se proteger dos raios, conforme orientam os bombeiros. As vítimas de Praia Grande foram atingidas no exato momento em que procuravam se proteger nos quiosques.
Os destroços localizados nesta terça-feira no mar de Java pertencem ao avião da AirAsia desaparecido no domingo com 162 pessoas a bordo, informou à AFP o diretor-geral da aviação civil da Indonésia.
"Por enquanto, podemos confirmar que se trata do avião da AirAsia e o ministro de Transportes partirá em breve para Pangkalan Bun", na região onde os destroços foram detectados, disse Djoko Murjatmodjo.
As equipes de busca do avião desaparecido da companhia aérea AirAsia conseguiram localizar nesta terça-feira destroços e dezenas de corpos no mar de Java, provocando fortes emoções entre os parentes das 162 pessoas que estavam a bordo.
O Airbus A320-200 desapareceu quando viajava da segunda maior cidade da Indonésia, Surabaya, para Cingapura durante uma tempestade na manhã de domingo.
Tudo leva a crer que a aeronave caiu no mar de Java, a sudoeste da ilha de Bornéu, onde escombros e dezenas de corpos já foram recuperados.
Um avião da Força Aérea observou uma "sombra" no fundo do mar que acredita-se que seja do voo QZ8501, informou o chefe da Agência Nacional de Busca e Resgate da Indonésia, Bambang Soelistyo, em uma coletiva de imprensa em Jacarta.
Parentes dos 162 passageiros desaparecidos se abraçaram e choraram em Surabaya enquanto observavam imagens de um corpo flutuando no mar durante a coletiva de imprensa.
Um navio de guerra indonésio recuperou mais de 40 corpos do mar "e o número está aumentando", declarou o porta-voz da marinha, Manahan Simorangkir, à AFP.
"Não posso trazê-lo de volta à vida"
O chefe-executivo da companhia AirAsia, Tony Fernandes, expressou sua tristeza com o primeiro acidente fatal que atinge a maior empresa de baixo custo da região.
"Meu coração está cheio de tristeza por todas as famílias envolvidas no QZ8501", disse Fernandes no Twitter, acrescentando que estava se dirigindo a Surabaya.
As primeiras notícias sobre a descoberta dos escombros acabaram com as últimas esperanças dos parentes dos desaparecidos.
"Se essa notícia for verdadeira, o que posso fazer? Não posso trazê-lo de volta à vida", disse Dwijanto, de 60 anos, cujo filho estava no avião junto com cinco colegas.
"Meu coração vai ser totalmente esmagado se for verdade. Vou perder um filho", disse.
O chefe de buscas Soelistyo declarou que todos os esforços agora se concentram no local onde a sombra e os destroços foram encontrados, cerca de 160 quilômetros a sudoeste da cidade de Pangkalan Bun, em Kalimantan Central, na ilha de Bornéu.
A cidade tem a pista de pouso mais próxima e não está distante da última posição conhecida do avião.
O presidente Joko Widodo era esperado em Pangkalan Bun em breve e depois se dirigirá a Surabaya para se reunir com os parentes das vítimas, informaram autoridades.
Autoridades indonésias já haviam preparado os parentes para o pior, com Soelistyo dizendo na segunda-feira que era provável que o avião estivesse no fundo do mar, com base em sua posição estimada.
O contato com a aeronave foi perdido na manhã de domingo cerca de 40 minutos após a decolagem, depois que a tripulação pediu uma mudança do plano de vôo devido a uma tempestade.
Antes da descolagem, o piloto havia pedido permissão para voar em uma altitude superior para evitar a tempestade, mas o seu pedido não foi aprovado devido ao tráfego pesado na popular rota, de acordo com a AirNav, o serviço de navegação aérea da Indonésia.
Na sua comunicação final, o piloto pediu para alterar o seu curso e reiterou o seu pedido original para subir e evitar o mau tempo.
"O piloto pediu para os controladores de tráfego aéreo para se desviar para o lado esquerdo, devido ao mau tempo, o que foi aprovado imediatamente", declarou o diretor de segurança da AirNav, Wisnu Darjono, à AFP
"Depois de alguns segundos, o piloto pediu para subir de 32.000 para 38.000 pés, mas seu pedido não pôde ser imediatamente aprovado porque alguns aviões estavam voando acima dele naquele momento", explicou.
Essa foi a última comunicação com o vôo.
"Dois ou três minutos depois, quando o controlador estava dando uma autorização para o nível de 34.000 pés, o avião não deu nenhuma resposta", disse Darjono.

Ocorre nesta quarta-feira (31) o sorteio mais esperado do ano. A Mega da Virada promete pagar ao apostador que acertar as seis dezenas sorteadas R$ 240 milhões.
Este sorteio é um edição especial da Mega-Sena. A loteria ocorre uma vez, sempre no último dia do ano e seu maior diferencial é o prêmio alto, que não acumula. Ou seja, se nenhum apostador acertar a faixa principal de seis dezenas, o prêmio é dividido entre os ganhadores que acertarem cinco e assim por diante.
O último sorteio da Mega-Sena foi realizado dia 24 deste mês. A Sena saiu para um apostador que levou R$ 7.993.708,78 para casa. A partir desta data, todas as apostas da Mega serão direcionadas para a Mega da Virada. Elas podem ser feitas até dia 31 de dezembro em todas as casas lotéricas e em alguns sites online. Veja os sorteios que correm esta semana:


MÔNICA TEME QUE ESCÂNDALOS DO SERTANEJO PREJUDIQUEM CARREIRA DE SEU PAI
Mônica, filha do cantor Rick, detonou o parceiro musical de seu pai, Renner, por meio das redes sociais, após o sertanejo ser preso por dirigir embriagado, no último fim de semana.

No post, a jovem deixou claro que se preocupa com a irresponsabilidade do sertanejo, já que sua carreira musical está ligada diretamente a de Rick.

"Parabéns, babaca. Você como sempre tem o dom de ferrar tudo que meu pai constrói. Mas Deus está vendo. E com toda a minha fé tenho certeza que você vai pagar em vida todo o mal que faz aqui na Terra", disparou.

Instantes depois, Mônica teria apagado a publicação, segundo o blog da jornalista Fabíola Reipert.Rick também se manifestou publicamente e deixou claro que tem vergonha das atitudes do parceiro."Quero aqui do fundo do meu coração pedir desculpas a cada fã e a cada admirador do nosso trabalho pelos últimos acontecimentos. Estou envergonhado mesmo! Não sei mais o que dizer, mil vezes perdão", escreveu no último domingo (28).


Uma imagem vem circulando nas redes sociais dá conta que uma simples camiseta pode ter sido a causadora de um divórcio. Tudo porque, para “prestigiar” a noiva, as amigas vestiram-na com uma camiseta com os seguintes dizeres: “Quem comeu, comeu, quem não comeu não come mais!”
A roupa, que tirou gargalhada dos convidados, ofendeu a honra do noivo que, aos prantos, deixou a festa já vestido a rigor e anunciou, uma hora depois, que desistira do casamento. E explicou: “não posso carregar aquela imagem de que minha noiva foi de outros antes de mim e veio me revelar isso exatamente no dia mais importante da minha vida”.
Inadvertidamente, a imagem da noiva ainda feliz com a “homenagem” das amigas foi estampada no Facebook, onde viralizou.
Você concorda com o noivo e seus argumentos ou acha que o passado e passado e a fila anda?